Função do Supervisor Clínico

FUNÇÃO DO SUPERVISOR CLÍNICO

Para Cottrell (2000), a função do supervisor clínico em enfermagem consiste em:

Sustentar a formação e a actividade profissional dos supervisandos, tendo sempre em conta a prestação de cuidados de qualidade ao cliente e, ainda, promover a mudança positiva, educar, monitorizar, recomendar, desafiar, pesquisar e desenvolver o espírito crítico dos mesmos. O seu papel é central à promoção de uma prática com o máximo de qualidade, sendo que, o determinante principal da eficácia do relacionamento supervisivo é a qualidade do mesmo.

Por sua vez Alarcão e Tavares (2007, p 72), entendem que o supervisor deverá fazer desenvolver nos formandos um conjunto de capacidade e atitudes com vista a excelência e qualidade dos cuidados.

Ainda segundo os mesmos autores estes objectivos não se atingem todos de uma vez pelo que se reforça a ideia de que a supervisão clínica ser uma acção multifacetada, faseada, continuada e cíclica. O processo de crescimento profissional desenrola-se em movimentos helicoidais. Assim a este processo o supervisor deve acompanhar de perto, em ligação da prática profissional dos seus formandos.

Voltar ao Início do Capítulo


Ir para:

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-Share Alike 2.5 License.